Sábado de estreias, campeões brasileiros e vencedores nas categorias amadoras do Capixaba Bodyboarding Brasil

Publicado em 18 agosto 2018

Terceira etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboarding teve dia cheio com os dois primeiros campeões, como Luna Hardman (foto) do circuito sendo conhecidos nas ondas da Barra do Jucu – Fotos: Flávio Setúbal

Vila Velha (ES) – 18 de agosto de 2018 – O sábado foi agitado na Barra do Jucu, sede do Capixaba Bodyboarding Brasil, válida como terceira etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboarding. Após uma maratona de baterias o penúltimo dia de competições apontou os campeões das categorias amadoras e ainda definiu os dois primeiros campeões nacionais da temporada 2018. Luan Tavares (Open Masculino) e Romulo Ornelas (Master Masculino) são os novos campeões brasileiros em suas categorias após o desfecho da etapa. O dia ainda foi de estreia dos top-16 e das top-4 nas categorias Profissional Masculino e Feminino, respectivamente.

Principal estrela do campeonato, a pentacampeã Neymara Carvalho mostrou que conhece cada pedaço da Barra do Jucu. Local de treinamentos diários da Pequena Notável, as ondas da Barra não estavam fáceis neste sábado, mas nada que fosse um problema para a capixaba. Neymara somou 14,00 pontos marcando o maior somatório do dia entre as mulheres para avançar ao Round 3.

E se a estreia de Neymara já lhe deixou contente o que viria mais para o final do dia seria o desfecho de um sábado perfeito. Nem em seus melhores sonhos a pentacampeã mundial poderia pensar em ver a filha Luna ser campeã em casa, mas foi o que aconteceu. Surfando com muita atitude, Luna Hardman cravou a final da Open Feminino e se aproximou do título brasileiro assumindo a ponta do ranking. Na final a jovem bodyboarder superou Isa Nunes (PR), Bianca Simões (ES) e Ana Luiza (ES). “Estou muito feliz com o meu resultado. Fiz uma bateria muito boa e consegui achar boas ondas”, disse a atleta.

Neymara carregando a filha Luna Hardman – Foto: Gabriel Henrique

Assim como Luna, o dia foi de definições dos campeões das categorias amadoras com domínio total dos capixabas. Caio Reis (Sub-18 Masculino), Rogerio Norbim (Open Masculino) e Juan Pedraza (Master Masculino) conquistaram a etapa em suas respectivas categorias. Além dos campeões da etapa o dia foi de definição de dois novos campeões brasileiros.

Caio Reis comemora o título em casa – Foto: Gabriel Henrique

Na categoria Master, Romulo Ornelas corou uma temporada quase perfeita com duas vitórias e um quarto lugar na etapa do Espírito Santo para confirmar o título brasileiro. “Ser campeão brasileiro é a realização de um sonho pessoal. Após tantos anos dedicados ao esporte e com muitos títulos baianos estava na hora de conquistar um brasileiro. O Nordeste inteiro está em festa. Queria agradecer todos os meus amigos e pessoas que me ajudaram de diversas formas a chegar até aqui”, avaliou o baiano.

Romulo Ornelas (BA), campeão brasileiro Master – Foto: Gabriel Henrique

Na Open Masculino o cenário foi o mesmo. Luan Tavares venceu as duas primeiras etapas do ano e o quarto lugar no Espírito Santo foi o suficiente para selar o título brasileiro de 2018. “Estou amarradão com a vitória. Infelizmente não deu para vencer a etapa, mas estou feliz de qualquer maneira. Queria mandar um agradecimento a todos que torceram e me apoiaram. Agora é pensar na próxima etapa”, avalia.

Líderes do ranking profissional avançam para as oitavas de final:
O dia também foi de estreias nas categorias Profissional Masculino e Feminino, com os tops caindo pela primeira vez na água neste sábado. Líderes do ranking nacional empatados, Sócrates Santana e Uri Valadão avançaram em suas baterias e estão nas oitavas de final, que será realizada no formato homem a homem. Com duas boas ondas, Sócrates arrancou o maior somatório do dia com 14,00 pontos.

“Começar com vitória é um passo gigante e vai fazer a diferença na disputa. Tive uma boa estreia achando duas boas ondas, mesmo com o mar bem difícil. Estou feliz por chegar ao domingo decisivo e vou dar o meu melhor para buscar mais essa etapa de olho na liderança do ranking”, disse o bicampeão mundial Pro Junior.

Uri Valadão também avançou, mas precisou passar pela repescagem para garantir sua vaga entre os dezesseis melhores. “Realmente foi uma correria, mas no final deu certo. Preciso me concentrar, pois mesmo na bateria que venci cometi pequenos erros. Nessas condições de mar o nível fica muito parelho e é preciso minimizar qualquer tipo de erro. Vou concentrar minha estratégia na boa escolha de ondas”, disse o campeão mundial.

Uri Valadão achou boas ondas na repescagem – Foto: Flávio Setúbal

Avançaram para as oitavas de final, além de Uri e Sócrates, os capixabas Thiago Mendes, Israel Salas, Ronieres Viana, Lucas Rodrigues e Lucas Nogueira, os cariocas André Luis, Adejaldo Silva e Lucas Franco, os cearenses Diego Rodrigues e João Paulo Rodrigues, o baiano Gabriel Braga, o paulista Valdomiro Mirinho, o catarinense Luis Villar e o paraibano Guilherme Mesquita.

No Feminino a líder do ranking Maira Viana encarou uma dura missão, mas conseguiu se garantir entre as oito finalistas. A capixaba avançou na segunda posição em bateria dominada por Neymara Carvalho e está no Round 3. Além da Maira e Neymara classificaram-se a também capixaba Maylla Venturin, a carioca Nicole Calheiros, a cearense Patricia Setubal, a pernambucana Kirtys Montenegro, a potiguar Priscila Medeiros e a paranaense Francis Aoto.

O último check-in do Capixaba Bodyboarding Brasil está marcado para este domingo, às 7h30. O evento tem transmissão ao vivo através do live.cbrasb.com.br

Resultados deste sábado:

Profissional Masculino – Round 3:
H1: Adejaldo Silva (RJ) 11,80 x Uri Valadão (BA) 11,15 x Luis Villar (SC) 10,50
H2: Valdomiro Mirinho (SP) 10,50 x José Willame (CE) 10,25 x Marcos Boeno (PR) 9,65
H3: Lucas Nogueira (ES) 12,90 x Ronieres Viana (ES) 10,75 x Felipe Lima (RJ) 8,80
H4: Lucas Rodigues (ES) 13,25 x Diego Rodrigues (CE) 8,65 x Tiago dos Santos (RS) 8,00
H5: Lucas Franco (RJ) 10,75 x Eder Luciano (SC) 9,75 x Giovane Ferreira (PR) 6,15
H6: Thiago Mendes (ES) 11,75 x Israel Salas (ES) 10,35 x Diego Gomes (CE) 7,00
H7: Guilherme Mesquita (PB) 12,85 x Andre Luis (RJ) 10,00 x Gabriel Braga (BA) 9,75
H8: Sócrates Santana (RJ) 14,00 x Lucio Santana (RJ) 12,15 x João Paulo Rodrigues (CE) 9,75

Profissional Masculino – Round 4:
H1: Uri Valadão (BA) 13,60 x Ronieres Viana (ES) 12,00 x Marcos Boeno (PR) 12,00 x Tiago dos Santos (RS) 8,80
H2: Diego Rodrigues (CE) 11,00 x Luis Villar (SC) 11,00 x Felipe Lima (RJ) 7,75 x José Willame (CE) 6,15
H3: André Luis (RJ) 11,75 x João Paulo Rodrigues (CE) 11,50 x Diego Gomes (CE) 10,90 x Eder Luciano (SC) 10,90
H4: Israel Salas (ES) 11,80 x Gabriel Braga (BA) 11,50 x Lucio Santana (RJ) 10,90 x Giovane Ferreira (PR) 8,50

Profissional Masculino – Oitavas de final:
H1: Gabriel Braga (BA) x Thiago Mendes (ES)
H2: Israel Salas (ES) x Ronieris Viana (ES)
H3: Valdomiro Mirinho (SP) x Luis Villar (SC)
H4: Lucas Rodrigues (ES) x Diego Rodrigues (CE)
H5: Sócrates Santana (RJ) x André Luis (RJ)
H6 Guilherme Mesquita (PB) x João Paulo Rodrigues (CE)
H7: Lucas Nogueira (ES) x Adejaldo Silva (RJ)
H8: Uri Valadão (BA) x Lucas Franco (RJ)

Profissional Feminino – Round 2:
H1: Kirtys Montenegro (PE) 13,25 x Priscila Medeiros (RN) 11,90 x Gutta Borges (PR) 10,65
H2: Francis Aoto (PR) 9,00 x Patricia Setubal (CE) 6,15 x Nivea Borghi (ES) 6,10
H3: Neymara Carvalho (ES) 14,00 x Maira Viana (ES) 9,25 x Mayara Lopes (SP) 8,15
H4: Nicole Calheiros (RJ) 10,75 x Maylla Venturin (ES) 10,50 x Paola Simão (RJ) 9,40

Profissional Feminino – Round 3:
H1: Kirtys Montenegro (PE) x Patricia Setubal (CE) x Neymara Carvalho (ES) x Maylla Venturin (ES)
H2: Maira Viana (ES) x Priscila Medeiros (RN) x Francis Aoto (PR) x Nicole Calheiros (RJ)

Master – Round 1:
H1: Marco Maciel (SC) 12,75 x Marcelo Rocha (ES) 9,00 x Thiago H.B. (ES) 5,80
H2: Romulo Ornelas (BA) 10,25 x Christian Rosa (ES) 9,40 x Francivaldo Borges (ES) 8,88 x Rui de Castro (ES) 8,50
H3: Marcelo Miranda (ES) 11,15 x Juan Pedraza (ES) 10,75 x Augusto Monteiro (RJ) 7,75 x Diego Imperial (ES) 7,75

Master – Semifinal:
H1: Christian Rosa (ES) 9,75 x Marcelo Miranda (ES) 8,30 x Marco Maciel (SC) 8,00
H2: Juan Pedraza (ES) 10,35 x Romulo Ornelas (BA) 10,25 x Marcelo Rocha (ES) 6,25

Master – Final:
H1: Juan Pedraza (ES) 12,00 x Christian Rosa (ES) 10,25 x Marcelo Miranda (ES) 10,00 x Romulo Ornelas (BA) 8,65

Open Masculino – Final:
H1: Rogerio Norbim (ES) 10,75 x Vinicius Bueno (ES) 10,00 x Gabriel Castelan (ES) 9,00 x Luan Tavares (SC) 8,63

Open Feminino – Final:
H1: Luna Hardman (ES) 10,50 x Isa Nunes (PR) 9,00 x Bianca Simões (ES) 7,48 x Ana Luiza (ES) 4,25

Sub-18 Masculino – Final:
H1: Caio Reis (ES) 12,25 x Wanderley Silva (RJ) 11,00 x Thiago Silva (RJ) 10,50 x Jose Welson (CE) 8,25

O Capixaba Bodyboarding Brasil é válido como terceira etapa do Circuito Brasileiro de Bodyboarding e conta com o patrocínio da Quebra Onda, Algazarra, Trip Coast, Waltercon, Ginga, Muzini Mercenaria e Anomalya e apoio do Governo do Estado do Espírito Santo, Secretaria de Esportes e Lazer do Governo do Espírito Santo e Prefeitura Municipal de Vila Velha e Bora. A etapa conta com divulgação do Like e OndaOn é uma realização da FEBBES e supervisão da CBRASB. MOV e Classic Fins são os apoiadores oficiais do Circuito Brasileiro de Bodyboarding.

Informações para imprensa:
Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 48 9.9177-8099
Marina Sartori – marina@gruposix.com.br – 48 9.9135-9402